Doenças causadas pelo ar condicionado sujo

A limpeza do aparelho de ar condicionado deve ser feita periodicamente, principalmente para evitar as doenças respiratórias causadas pelos fungos e bactérias que ficam nos filtros.

Terça, 06 de abril de 2021


Já se sabe que a limpeza do aparelho de ar condicionado deve ser feita periodicamente, para garantir o bom funcionamento do equipamento, para economizar energia, e principalmente para evitar as doenças respiratórias causadas pelos fungos e bactérias que ficam nos filtros.

Entre as complicações de saúde causadas pela falta de manutenção do aparelho, podemos citar:

Ressecamento do muco pulmonar
A mucosa nasal é revestida por cílios vibrantes, responsáveis por expulsar bactérias, fungos e vírus que entram em nosso organismo pelo ar que respiramos. Como há o ressecamento da região, a chance de se contrair infecções aumenta.

Doença do Legionário
A Doença do Legionário é causada pela bactéria Legionella pneumophyla e outros tipos de Legionella. A transmissão acontece, pois o filtro dos aparelhos que “gelam” o ar não consegue reter todas as impurezas existentes, que se acumulam nos ductos e fazem com que a circulação de ar prejudique a saúde de quem está exposto. Por ser uma forma severa de pneumonia, diagnosticar e tratar a Doença do Legionário o quanto antes pode ajudar a diminuir o tempo de recuperação e prevenir complicações mais sérias.

Asma
As alergias respiratórias são doenças inflamatórias crônicas que acometem as vias respiratórias, como por exemplo, a asma.

A doença se manifesta clinicamente por crises de falta de ar ou cansaço, chiado no peito e sensação de aperto no peito, geralmente acompanhada de tosse. Cerca de 80% dos pacientes que tem asma, apresentam também rinite.

Os principais fatores desencadeantes das crises de asma e rinite são: a exposição aos alérgenos inalantes como ácaros da poeira de casa, fungos (que estão no ar condicionado), pelos de animais, baratas, bactérias e pólens.

Rinite alérgica
A rinite alérgica é uma infecção que ocorre na membrana basal. É caracterizada por espirros repetidos, coriza líquida e abundante, olhos lacrimejantes, coceira (em nariz, olhos, garganta e ouvidos), congestão nasal, alteração do olfato e do paladar, olhos avermelhados e irritados.

Amigdalite
A amigdalite é a inflação das amígdalas, localizadas no fundo da boca. A doença pode ter duas origens: viral ou bacteriana. No caso da viral, é causada principalmente por Adenovírus, vírus Epstein-Barr e o Citomegalovírus (EBV e CMV, respectivamente, causadores da mononucleose infecciosa), entre outros. Já na bacteriana é detectada a presença de Streptococos e Pneumococos na corrente sanguínea. Os sintomas mais comuns da doença são: dor de garganta, febre, mau hálito, amígdalas inchadas e com manchas brancas ou amareladas.

Evite problemas de saúde e desperdício de energia. A limpeza é essencial para o bom funcionamento do ar-condicionado.

Fonte: bioemfoco


voltar